Devlog #2 Leis para Todos – História e Protagonistas!

Oi pessoal, vamos continuar nosso devlog, que começou aqui.

O Leis para Todos (que eu tô chamando de Leis, pra encurtar) tem avançado bastante essas semanas. A experiência de criar mais um visual novel com conteúdo educativo (assim como o Carcará) tem sido interessante, mais uma vez. Temos agora vários gráficos mais finais dos protagonistas, algumas músicas e uma parte do roteiro desenvolvidos. Hoje, vou focar um pouco mais na história do jogo e no processo pra desenvolvê-la.

História de Fundo
O jogo se passa em um país fictício chamado República da Colina, porém que possui um sistema legislativo idêntico ao brasileiro. O jogo é protagonizado por Alberto Colina, um dos deputados federais mais jovens já eleitos no país.

 

Alberto morava na cidade de Campo Verde, ao lado de uma avenida muito perigosa, onde ocorriam constantemente acidentes de carro. Quando bem jovem, ele ficou conhecido em sua cidade como herói, após ter salvado seu amigo de um acidente. Anos depois, participou de movimentos políticos e o seu engajamento em movimentos sociais só aumentou, tornando-o uma figura política muito respeitada e querida pelo povo de seu estado.

Alberto salvando seu amigo

Depois de formado em Direito, Colina foi eleito como um dos mais jovens e mais votados deputados federais do país. O jogo conta a sua história, desde a posse, até o final de seu mandato (tendo assim, quatro anos de duração). Como deputado, o objetivo de Alberto é colaborar para aprovação de projetos de lei que mudem a sociedade e o país para melhor, assim como criar um certo projeto de lei que tem uma grande importância pessoal para ele.

Durante o jogo, o jogador precisará conhecer sobre Projetos de Lei, investigá-los e formar uma opinião sobre eles, decidindo o que acredita ser o melhor para o país. Alberto contará com seus amigos e uma ex-professora para auxiliá-lo nessa tarefa.

 

Alberto Colina
Desde pequeno, Alberto sempre foi um jovem muito honesto e esforçado, educado por seus pais de origem humilde. Ele possui um irmão mais novo que sofreu de paralisia infantil e não consegue movimentar as pernas.

Após se formar em Direito e entrar no cenário político, Colina se tornou um dos mais jovens e mais votados deputados federais do país. Muito próximo do irmão, um de seus maiores objetivos como deputado federal é aprovar um projeto de lei que irá beneficiar a vida de seu irmão mais novo e de várias crianças como ele pelo país.

 

 

Melissa Campos

 

 Jornalista. Amiga de infância de Alberto, sempre esteve muito próxima dele.

Desde pequena, escrevia para o jornalzinho do bairro e sempre tentou transformar o cenário social através de suas matérias.
 Extremamente curiosa e quer saber sempre tudo sobre as pessoas. Melissa estuda um caso de corrupção na cidade há muitos anos e tenta ligar os pontos, relacionando ações, pessoas e fatos.

Melissa o ajudará a analisar fatos sociais, dados e pesquisas para decidir sobre os Projetos de Lei.


Bruno da Matta
Economista. Gosta muito de analisar tendências, economia. Analisa tudo matematicamente, inclusive as pessoas. Tem um respeito quase religioso pela lógica matemática e não lida muito bem com sentimentos.

Desde o incidente em que Alberto o salvou, Bruno tem uma grande admiração forte por ele, que se transformou em uma forte amizade.

Bruno o ajudará a analisar impactos econômicos e dados científicos para decidir sobre os Projetos de Lei.

 

Processo de Escrita e Roteiro
Neste projeto eu estou focando primeiro na construção dos personagens, tendo um grande trabalho pra definir muitas informações sobre o passado, personalidade e história de fundo de cada personagem antes de focar na história central. O Leis vai ser um jogo bem psicológico, que vai explorar bem os seus personagens e interações no jogo. Um dos principais temas é a amizade, e por isso eu considero os três personagens mostrados como protagonistas.

Uma das guidelines para o projeto, assim como foi no Carcará, é tentar “humanizar” os Projetos de Lei. Assim como os Direitos do Consumidor no Carcará, Projetos de Lei (PLs) são algo que tem fraco apelo emocional (o que poderia tornar a interação com o jogador fraca e monótona). A técnica que eu pretendo utilizar para aproximar os PLs do jogador é apresentar, a cada caso, impactos reais e diretos que os PL podem ter sobre a vida de Alberto, seus amigos e familiares.

Conteúdo Educativo
A abordagem que nós da Supernova costumamos utilizar para fazer jogos educativos é a seguinte: “não deixar o conteúdo educativo atrapalhar a diversão”. Este conteúdo é sempre comedido e posicionado no jogo de forma não-invasiva. Afinal, a nossa intenção é que o jogador jogue o jogo até o final e fique entretido enquanto isso. Garantindo uma boa diversão nós temos uma boa imersão, e assim temos também mais tempo para explorar conteúdos educativos. A minha regra para fazer jogos educativos é: “divida o conteúdo e o espalhe pelo jogo, intercalando com elementos bem interessantes que mantenham o jogador interessado. Não faça o jogo ser somente sobre o conteúdo educativo.”. Acredito que funcionou muito bem no Carcará e espero que funcione novamente no Leis.

 

Bem, por hoje é só. Em postagens seguintes comentarei os demais personagens e outros elementos do jogo. Obrigado por lerem e espero que tenham gostado! Comentem abaixo o que acharam! 🙂
-Renan Rodrigues

6 comments to “Devlog #2 Leis para Todos – História e Protagonistas!”

You can leave a reply or Trackback this post.
  1. ótimo post renan, eu gostei bastante dos personagens e principalmente a melissa campos e seu visual, achei que combinou muito bem com sua profissão e seu perfil, eu so não sei se eu meio que acabei descobrindo o certo projeto de lei que o protagonista quer sancionar ate o fim do mantado devido ao seu irmão e o próprio perfil dele que acaba passando essa impressão, mas claro que é apenas um palpite so irei descobrir depois que vcs lançarem o jogo estou realmente animado com o jogo de vcs e tenho duas perguntas.

    1° vcs pretendem dar continuação aos outros títulos aos seus jogos?
    2° tera algum tipo de sistema de relacionamento entre os personagens?

    uma sugestão,: não teria como nos assistirmos ou jogarmos em um pos game ou uma leve introdução do alberto na faculdade aprendendo sobre direito e tal para dar uma aproximação maior entre nos jogadores e protagonistas?

    sei que ficou uma bíblia o texto mas espero que leiam tudo rs

    obrigado a atençao e parabens a toda a equipe e principalmente a desenhista dos personagens^^

    • Não se preocupe, eu sempre leio todos os comentários. 🙂 Gosto de saber sua opinião, e isso muitas vezes acaba contribuindo para o crescimento do jogo.

      Respondendo às suas perguntas:
      1. Talvez não tenha entendido direito, mas você perguntou se a gente pretende fazer sequências dos nossos jogos lançados? Se for isso, não temos planos para uma sequência do Heroes Rush Tactics, mas consideramos uma possível sequência para o Carcará, sim. Não temos nada confirmado ainda, no entanto. Vamos esperar o Leis sair para ver como o público reage a ele.

      2. Devo postar sobre o gameplay no futuro, mas vou te adiantar algumas coisas: o Alberto possui um relacionamento com os deputados líderes de outros partidos, e isso influencia na atuação dele junto aos PLs. Esse relacionamento muda de acordo com ações que você toma no jogo. Sobre haver um sistema de relacionamento entre o Alberto e seus amigos ou outras personagens, eu gostaria de fazer (provavelmente seria de uma forma simples), mas vai depender bastante do tempo que eu tiver livre.

      Sobre a sugestão: não acredito que vamos mostrar ele na faculdade, mas a professora dele mencionada vai aparecer em certas cenas do jogo e vai lhe ensinar o que é preciso para sua atuação como deputado. O jogo vai mostrar várias cenas e flashbacks das interações entre os protagonistas, e eu acredito que isso será o suficiente para gerar a empatia entre eles e o jogador.

      Obrigado pelos comentários e interesse no projeto o/

Deixe uma resposta para Supernova Indie Games Cancelar resposta

Your email address will not be published.